As pessoas vivem se expondo; expondo o que pensam, o que sentem, o que ouvem, o que assistem… Internet e redes sociais estão aí pra isso.
O que me preocupa são certas exposições, como o caso de certo homem que me chamou atenção há algum tempo por se intitular ‘rei dos búfalos’. Falo do Senhor Silvio Koerich.
Não bastasse ele ter um blog extremamente ofensivo, agora ele ensina como estuprar e matar mulheres.
Preciso dizer que me passou pela cabeça que esse sujeito só está querendo chamar atenção, que ele quer apenas tumultuar.
Mas se a gente ignora esse tipo de pessoa, se a gente ignora as barbaridades que ele escreve e publica, a gente ignora que isso também serve de estímulo e incentivo para muitas pessoas preconceituosas e machistas.
Então divulguei no meu facebook a página desse sujeito juntamente com um link da polícia federal para que as pessoas denunciem.
Se ele tem de fato todos esses pensamentos absurdos na cabeça dele, é problema dele. Ele que os guarde todos e evite colocá-los em prática; porque só em divulgar as atrocidades que ele pensa ele já está sendo criminoso.
Pedofilia, estupro, assassinato, racismo, são crimes. Ele querendo tumultuar ou não eu denuncio e continuarei a fazê-lo.
Não é pessoal, é muito mais que isso.
Tem uma quantidade considerável de pessoas dispostas a fazer cada ato que ele incita e ensina no site. O mínimo que posso fazer é denunciar.
Não perco meu tempo escrevendo pra ele, comentando seu blog. Pessoas desse tipo não merecem esse tipo de atenção. Ao menos não da minha atenção.
Mas desconsiderar, achar que ele só quer aparecer e continuar tranquilamente na internet como se nada demais tivesse surgido diante dos meus olhos, ah, isso é pedir demais para mim.
Então venho no meu blog dizer que não tolero esse tipo de pensamento e nem esse tipo de atitude.
Que pessoa é essa que ensina a matar outra? Eu sei bem a resposta.
Sei também que comentário nenhum que eu deixe no blog dela vai fazer com que aconteça a mudança de atitude que desejo.
Tem gente no blog dele que comenta pedindo que alguém bata nele, divulgando seu endereço inclusive, tem gente que quer conhecê-lo, que acha interessante o modo que ele pensa e a ‘coragem’ de expor esse modo de pensar. Interessante é? Sei.
Se porrada resolvesse…tantos problemas já seriam resolvidos…
Verdade que cadeia também não soluciona muita coisa, mas eu penso assim: não aprende pela educação, vai pra prisão.
Violência contra a mulher é crime! E eu digo não à violência contra a mulher. Por isso denunciei.

Para quem não sabe, Fortaleza conta com um disque denúncia. Se você deseja denunciar um caso de violência doméstica contra a mulher ligue 0800-280-0804. A ligação é gratuita e a denúncia sigilosa.

Para quem deseja denunciar o senhor em questão, a página da polícia federal para denúncia é: http://denuncia.pf.gov.br/ e o crime para ser denunciado é crime de ódio. A polícia pede a página que será denunciada, nesse caso é:http://www.silviokoerich.org. A denúncia aqui também é sigilosa.

Anúncios