Eu curto tirinhas na internet há tempos. Sempre que posso leio várias.

Essa semana fui apresentada às tirinhas de Pryscila Vieira. Ri um bocado, mas uma não me fez rir.

Fez eu vir aqui e dizer: faço minhas suas palavras Pryscila. De fato é cagada atrás de cagada.

O link da tirinha que quis divulgar e que acho muito digno divulgar é esse aqui: http://3.bp.blogspot.com/-VdEuwHv7HRo/TptqBzsqCpI/AAAAAAAACDs/ghCR5OyF4kc/s1600/rafah.jpg

“Depois de quebrar as mãos do cartunista Ali Ferzat, o serviço de “inteligência” de Bashar al-Assad encarcerou a primeira mulher psicanalista da Síria, a doutora Rafah Nached. Ela escreveu “Dizer o indizível” onde questiona o medo sírio da palavra psicanalítica que, segundo ela, “é racionalizar o subjetivo”. Se o pensamento já é proibido em meio a uma ditadura, muito mais grave é e…nsinar a associá-los livremente e, ainda pior, ensinar a verbalizá-los em coerência com sentimentos. Some a isto o fato de Rafah Nached ser mulher num país onde a voz feminina não deve passar de um condenável sussurro.
Por esse “crime” a renomada doutora está presa há mais de um mês em um cubículo insalubre, sendo interrogada durante horas sem fim. E sabe-se lá dos outros terrores pelos quais está passando porque é sobrevivente de um câncer e é cardiopata. Portanto, o tempo urge. Uma maneira de ajudar pode ser divulgando esse absurdo com intuito de gerar pressão pública por sua libertação. Outra maneira, é enviar um email para rafah.navarin@gmail.com declarando-se contra sua detenção e solicitando sua libertação imediata (com nome completo, nacionalidade e RG).
Bashar al-Assad, que além de ser presidente também é oftalmologista, parece não enxergar o tamanho das cagadas que faz.”

Texto de Pryscila Vieira.Mais textos e tirinhas em http://pryscila-freeakomics.blogspot.com/.

Anúncios